Logotipo

Escritor – Site Oficial

Projeto Bibliotecas Públicas – Estaduais

Projeto Bibliotecas Públicas – Estaduais

Projeto Bibliotecas Públicas do escritor Henry Jenné autor do livro 21 Dias Nos Confins do Mundo

BIBLIOTECAS PÚBLICAS ESTADUAIS


O Projeto Bibliotecas Públicas é de caráter exclusivamente pessoal e não possui vinculo com nenhuma pessoa ou entidade pública ou privada. Trata-se de um projeto do autor que visa contribuir com a Literatura Nacional e ao mesmo tempo divulgar o seu trabalho. Os exemplares doados às Bibliotecas foram obtidos através da sua própria cota como autor.

“Afastado do mundo dos livros pelas minhas origens sociais humildes, foi na biblioteca pública que me desenvolvi autodidaticamente.  O hábito de frequentar as Bibliotecas ficou arraigado em mim, já a partir dos meus 16 anos. Meu lugar favorito, indiscutivelmente, era a Biblioteca Municipal de Galveias, em Campo Pequeno, inaugurada em 1931 e ainda hoje em atividade. Foi ali que um dia encontrei um livro encadernado, que foi para mim como outro Sol que tivesse nascido”.

(José Saramago – Prêmio Nobel de Literatura)


      CASO VOCÊ DESEJE, PODERÁ ASSISTIR O VÍDEO ACIMA


Biblioteca Pública do Estado do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro/RJ

Visita do escritor Henry Jenné a Biblioteca Parque Estadual do Rio de Janeiro

Na foto: Francisco, Henry e Suellen

 A Biblioteca Parque Estadual (BPE) é resultado de um extenso trabalho de ampliação e modernização que consumiu quatro anos e muito trabalho em obras civis, acervos, equipamentos e instalações. É uma das Bibliotecas mais modernas e sofisticadas que conheci até o momento.

A BPE foi criada para oferecer a você um acervo de cerca de 200 mil livros de ficção e não-ficção, livros de arte, quadrinhos, biblioteca infantil e 20 mil filmes. Em seus atuais 15 mil m², a biblioteca promove também experiências únicas com oficinas, laboratórios, plataformas multimídia e uma diversidade de linguagens artísticas.

Visita do escritor Henry Jenné a Biblioteca Parque Estadual do Rio de Janeiro

Foto externa Biblioteca Parque Estadual Centro RJ

A Biblioteca Parque Estadual é acessível e conta com uma equipe especializada para atender às pessoas com deficiência (PCD), para as quais existem acervo e equipamentos especiais. Seu Programa de Educação busca criar uma relação prazerosa com a leitura, apresentando a biblioteca como um espaço a ser frequentado no cotidiano.

Visita do escritor Henry Jenné a Biblioteca Parque Estadual do Rio de Janeiro

Interior da Biblioteca Parque Estadual (Centro) RJ

O equipamento conta também com um Centro de Pesquisa e Formação, com ações de pesquisa, educação continuada, profissionalizante e complementar, além de uma plataforma virtual, inspirada nos jogos digitais, aproximando-se da estética dos jovens com conteúdos diversos e ampliando seu repertório cultural.

Gerida pelo Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG), A BPE é um equipamento da Secretaria de Estado de Cultura e conta com o apoio financeiro da Prefeitura do Rio de Janeiro por meio de sua Secretaria Municipal de Cultura.

Carta de agradecimento recebida pelo escritor Henry Jenné da Biblioteca Parque Estadual do Rio de Janeiro

Carta de agradecimento da Biblioteca Parque Estadual do Rio de Janeiro pela visita e pelos livros recebidos.

É a matriz da rede de Bibliotecas Parque do Governo do Rio de Janeiro, da qual também fazem parte a Biblioteca Parque de Manguinhos, a Biblioteca Parque de Niterói e a Biblioteca Parque da Rocinha C4. Nesta oportunidade em que estive visitando as Bibliotecas existentes na cidade do Rio de Janeiro, tive a oportunidade, mas também o privilégio de visitar duas unidades pertencentes a Rede Estadual, sendo a Unidade Parque Estadual (centro) e a Unidade Parque Estadual Rocinha C4. Em razão da sua singularidade e modelo, criarei uma página específica para a Unidade da Rocinha. Na próxima vez que retornar ao Rio, visitarei a unidade Manguinhos e Niterói.

Aproveito para agradecer a atenção e o carinho recebido pelas pessoas que me atenderam nas unidades centro (Francisco e Suellen) e na unidade da Rocinha (Iracema). Meus sinceros agradecimentos.


Biblioteca Pública do Estado de São Paulo – São Paulo/SC

Visita do escritor Henry Jenné a biblioteca do estado de São Paulo

Na foto: Eu com Jackeline, funcionária do Biblioteca do Estado de São Paulo.

 A Biblioteca do Estado de São Paulo é uma biblioteca pública localizada no Parque da Juventude, no bairro Santana, Zona Norte da cidade de São Paulo. Foi reinaugurada no dia 08 de Janeiro de 2010, passando a contar com uma área de mais de 4.250m2.  A biblioteca possui uma série de atividades permanentes para todas as idades e gostos, tais como: hora do conto, jogos sensoriais, brincando e aprendendo, pintando o sete, dentre outros. Para o público jovem: clube de leitura, luau BSP, leitura ao pé do ouvido, etc. Já para o público adulto e também terceira idade, a biblioteca possui programas de construção literária, leituras cotidianas e bate papos mensais com escritores convidados, além de saraus mensais com apresentações de textos, poesia e música.

Visita do escritor Henry Jenné a biblioteca do estado de São Paulo

Na foto: Eu com Jackeline, funcionária do Biblioteca do Estado de São Paulo.

Vale a pena quem mora em São Paulo ou visita a cidade com frequência acompanhar a agenda da biblioteca e se inteirar sobre a programação, pois a mesma é muito rica e variada, com diversas atividades ao longo do ano.

Carta de Agradecimento da Biblioteca do Estado de São Paulo com relação ao recebimento dos exemplares do livro 21 Dias Nos Confins do Mundo

Carta de Agradecimento da Biblioteca do Estado de São Paulo referente ao recebimento dos exemplares do livro 21 Dias Nos Confins do Mundo.

Quem desejar obter mais informações sobre a Biblioteca do Estado de São Paulo, acesse o link:

bsp.org.br


 

Biblioteca Pública do Estado de Santa Catarina – Florianópolis/SC

Escritor Henry Jenné tirada em frente Biblioteca do Estado de SC

Foto tirada em frente a Biblioteca do Estado de SC

A Biblioteca Pública do Estado de Santa Catarina foi criada em 1854, quando o então presidente da província, João José Coutinho, sancionou a Lei nº 373, em 31 de Maio, mas somente em 09 de Janeiro de 1855 é que foi oficialmente inaugurada. Com base na sua data de criação, é possível supor que seja uma das bibliotecas mais antigas do Brasil. Operando no prédio atual desde 1979, a biblioteca conta, atualmente, com um acervo formado por títulos de diversas áreas do conhecimento, em suportes variados, além de uma coleção de periódicos e uma de obras raras. Sua missão consiste em manter, conservar e disponibilizar parte da memória cultural do estado para a população catarinense e promover o hábito da leitura junto a ela.Carta recebida pela BPSC

Escritor Henry Jenné foto tirada na Biblioteca Pública do Estado de SC

Eu com Patricia Karla, responsável pela Biblioteca do Estado de SC. Foto tirada no interior da Biblioteca.

Desde 1999 funciona como depósito legal através de Lei nº 11.074, de 11 de Janeiro, que sacramenta a obrigatoriedade de editoras e escritores catarinenses de registrar um exemplar de cada obra impressa para o seu acervo. Está localizada na área central da capital catarinense, na rua Tenente Silveira, 343.

Quem desejar obter mais informações sobre a Biblioteca do Estado de SC, acesse o link:

http://www.fcc.sc.gov.br/bibliotecapublica/


Biblioteca Pública do Estado do Paraná – Curitiba/PR

BIBLIOTECA PARANA 1

Foto: Sra Eugênia, Eu e Sr Osni.

A Biblioteca Pública do Paraná é uma das maiores bibliotecas públicas do país. Seu acervo reúne cerca de 630 mil livros, periódicos, fotografias, mapas, cartazes e materiais de multimeios e multimídia. É um órgão subordinado à Secretaria de Estado e Cultura, ocupando uma área de mais 8.500 metros quadrados. É uma das bibliotecas públicas mais frequentadas do país, atendendo em média 3 mil usuários/dia e cerca de 2 mil empréstimos diários de livros. Os serviços oferecidos pela Biblioteca Pública do Paraná baseiam-se na igualdade de acesso em todas as faixas etárias com produtos adequados a sua necessidade.

Carta de Agradecimento da Biblioteca Pública do Paraná recebida pelo escritor Henry Jenné

Carta de Agradecimento recebida referente aos livros destinados as bibliotecas Públicas Municipais do Paraná.

A biblioteca foi criada pelo Vice-Presidente da Província José Vaz de Carvalhares em 07 de Março de 1857 no Lyceu de Coritiba. A princípio a proposta era formar um pequeno acervo com “obras mais convenientes ao Lyceu”. Porém, se transformou no organismo vivo e atuante que promove o encontro do povo com o universo do conhecimento, se readequando as mudanças e aos avanços tecnológicos. Mas, para alcançar esse nível de evolução, a BPP percorreu longo caminho, enfrentando dificuldades, passando por reformulações e 12 sedes até o novo prédio ser inaugurado em 19 de Dezembro de 1954. A solenidade foi prestigiada pelo então Presidente da República, João Café Filho, e o governador da época, professor Bento Munhoz da Rocha Neto.

Para mais informações sobre a Biblioteca Pública do Paraná, acesse o link:

http://www.bpp.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=3


Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul – Porto Alegre/RS

Visita do escritor Henry Jenné a Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul

Foto: Eu com a Sr Ionice.

A história da Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul começa ainda na Província de São Pedro, durante o reinado de Dom Pedro II. A 30 de Março de 1871 o deputado João Pereira da Silva Borges Fortes Filho apresentou à Assembléia Provincial do Rio Grande do Sul um Projeto de Lei pedindo a criação de uma Biblioteca oficial. O projeto foi aprovado e transformado em Lei nº 724 de 14 de Abril do mesmo ano pelo então Presidente da Província.

Em 21 de Janeiro de 1877 a Biblioteca do Estado do RS foi instalada e aberta ao público possuindo 1.809 obras e 3.566 volumes. Seu diretor e principal organizador na época foi o Dr. Fausto de Freitas e Castro. Neste ano atendeu 1.483 leitores que consultaram 691 obras.

Autor Henry Jenné e a sra Ionice quando de sua a Biblioteca do Estado do RS

Eu com a Sra. Ionice no departamento de arquivo e restauração de documentos.

Em 1915 a Biblioteca torna-se autônoma e é transferida para o prédio onde se encontra, na rua Riachuelo, centro de Porto Alegre/RS. Em 1986 o prédio da Biblioteca foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE), e no ano 200o pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Carta Oficio da Biblioteca do Estado do RS recebida pelo autor Henry Jenné

Carta de Agradecimento da Biblioteca do Estado do RS recebido pelo autor referente a visita e doação dos exemplares do livro: 21 Dias Nos Confins do Mundo.

A partir de 1996 foi iniciada a informatização do processamento técnico da Biblioteca e constituído o setor de multimeios, que oferece acesso gratuito a internet, e-mails, vídeos e CD-ROM. A biblioteca mantém ainda um Setor Braile voltado aos portadores de deficiência visual. O Salão Mourisco oferece uma agenda artística e cultural de Março à Dezembro, em parceria com a Associação dos Amigos da Biblioteca Pública. Através de agendamento são realizadas visitas guiadas para pessoas e grupos. Novos projetos em implementação visam resgatar as formas originais da Biblioteca, recuperar seu acervo e ampliar as oportunidades de acesso a todos os públicos que a Biblioteca se destina.

Para mais informações sobre a Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul, acesse o link:

www.bibliotecapublica.rs.gov.br